Horta caseira

Quer começar uma hortinha em casa? Então, vamos te dar algumas dicas básicas para você começar o sua!

Cultivar temperos e hortaliças em casa está tão em alta que muita gente tem aproveitado essa época de quarentena para sujar as mãos de terra. Mas antes de você se aventurar nessa fantástica terapia, vale à pena se atentar para alguns pontos fundamentais que vão garantir o sucesso da sua horta, seja ela em vasos ou canteiros.

Escolher o que plantar não é tarefa fácil, mas também não é nenhum bicho de sete cabeças. Por isso, te ajudaremos a escolher as hortaliças que mais se encaixam no seu perfil e no seu jardim. Seguem algumas dicas para te ajudar:

1-    Comece com plantas mais fáceis

Qual é seu tempero favorito ou o chá que você gosta mais?  Se você nunca teve horta ou tem pouca experiência com plantas, escolha no máximo três tipos diferentes e procure cultivá-las numa jardineira coletiva, que dá menos trabalho. Quando estiver tendo bons resultados, você pode ir aumentando o número de espécies aos poucos, sempre levando em conta quanto tempo dispõe para cuidar das plantas.

As plantas precisam de espaço para crescer. Escolha canteiros com espaços ou divida as plantas em mais vasos, não se esqueça do distanciamento.

Comece com mudas já formadas, isso trará mais confiança para você começar.

2-    Verifique se onde você vai plantar tem luz suficiente para a planta se desenvolver.


Temperos e hortaliças têm necessidades diferentes de luz, água e nutrientes. Algumas preferem terra úmida, outras morrem em solo constantemente molhado. Há ainda aquelas que crescem mais bonitas se estiverem em solo pobre em nutrientes, como é o caso do tomilho, da sálvia e da lavanda.

As plantas precisam de pelo menos 03 horas de sol por dia.

3-    Crie uma rotina


As plantas se desenvolvem melhor quando há uma rotina de cuidados: da rega à adubação, procure ter regularidade no trato da horta. Faça a rega das plantas em períodos mais frescos, no começo da manhã ou no final da tarde.  Faça a limpeza delas sempre que precisar, tirando os galhos ou folhas secas que nela aparecerem.  Crie também o hábito de vistoriar as folhas em busca de pragas e doenças. E não esqueça de adubar elas, assim como nós as plantas precisam de nutrientes para o seu desenvolvimento.


E por ultimo; cada planta tem o seu ciclo.


Hortas são dinâmicas porque a maioria das ervas e temperos têm ciclo de vida: da semente à morte, elas variam de uma espécie a outra. Portanto, curta sua horta: não tenha dó de colher as folhas quando estão bonitas nem de trocar as plantas quando começam a secar e morrer.

Vamos te dar algumas opções de hortaliças que se desenvolvem bem em vasos e são indicadas para quem vai começar uma horta.

– Manjericão

Essa planta precisa ser cultivada em locais em que a temperatura seja superior a 18°C e com bastante exposição solar. Pelo menos 3 horas de luz solar direta diária são necessárias o crescimento pleno do manjericão.

O manjericão é uma planta que necessita de bastante água, por isso é necessário regá-lo diariamente, mas de forma moderada, para que não o encharque. A colheita das folhas pode ser feita entre 60 a 90 dias após o plantio. Seu uso é muito versátil, podendo ser usado em carnes vermelhas, frangos, molhos e massas.

– Salsa

Esta plantinha aprecia temperaturas amenas que não ultrapassem os 22°C.

A salsa deve ser mantida em locais com sombra parcial para que absorva a luminosidade mas não pode ser exposta demais a altas temperaturas.

O solo deve ser mantido úmido, mas nunca encharcado.

A salsa é uma erva muito usada em omeletes, sopas, saladas, assados de carne e suflês.

– Cebolinha

A cebolinha se desenvolve melhor em temperaturas de 13°C a 24°c, mas há cultivares que podem suportar baixas temperaturas e há cultivares que podem crescer bem em altas temperaturas.

Para o bom desenvolvimento ela necessita de luz solar direta por ao menos algumas horas diárias. Quanto ao solo, deve ser bem drenado e rico em matéria orgânica. Ela se desenvolve bem em diversos solos, menos em solos muito encharcados ou muito ácidos. Por tal motivo, o solo deve ser irrigado com frequência.

As folhas devem ser colhidas por inteiro, junto à base, e não pela metade. A planta também pode ser colhida inteira, para aproveitamento do pseudocaule.

– Tomilho

O tomilho é uma erva rústica, que não precisa de muitos cuidados. Ele não precisa de muita água. A dica para descobrir se é hora de regar é colocar o dedo na terra e só molhar a planta se o substrato estiver seco.

O tempero também não é exigente quanto à adubação. Quando a planta estiver com 15 cm – o que acontece cerca de 15 dias após o plantio da muda, ou em 60 dias no caso do plantio por sementes -, os ramos já podem começar a ser podados e usados na culinária. Corte-os com uma tesoura e jamais arranque apenas as folhas, pois isso danifica a planta.

O tomilho é uma especiaria que vale a pena ter em casa. Vai bem em carnes vermelhas, molhos, legumes e peixes.

– Orégano

O orégano sobrevive a temperaturas extremas, porém o ideal é plantá-lo em locais onde a temperatura se mantenha entre 21°C e 25°C. A planta necessita de, pelo menos, 4 horas de luz solar direta. O solo que recebe esta planta não deve ficar nem muito seco, nem muito úmido.

As folhas podem ser colhidas após a planta atingir cerca de 20 cm de altura. Uma dica bem legal é que quanto mais tempo o orégano estiver exposto ao sol, mais aromáticas serão suas folhas. Pode ser usado em molhos, assados e pizzas.

– Alecrim

O alecrim é ideal para quem não dispõe de muito tempo para se dedicar ao cultivo. A espécie adapta-se facilmente a diferentes temperaturas, desde que não sejam muito altas ou baixas.

O solo para plantio de alecrim deve ser regado com frequência. No entanto, depois de desenvolvida, é possível ficar até 3 dias sem regar. O alecrim pode ser usado no preparo de diferentes tipos de carnes, peixes e batatas.

– Hortelã

A hortelã pode ser usada em molhos, grelhados, assados, sobremesas e na decoração de pratos. O plantio merece uma atenção especial, pois ela possui raízes invasoras que não gostam de vizinhos. Sendo assim, é necessário que o plantio dela seja realizado em vaso individual.

O plantio deve ser feito em locais protegidos do vento e em que a temperatura seja amena e o solo precisa ser mantido úmido. 

– Sálvia

A sálvia é uma planta que gosta de clima mais ameno e temperaturas mais baixas. A planta necessita de 2 horas ou mais de exposição solar. O solo deve ser mantido úmido, mas, caso as temperaturas sejam baixas na sua região, regue com moderação.

A colheita deverá ser realizada quando as plantas estiverem bem desenvolvidas. Use a sálvia para decorar pratos e no tempero de carnes gordurosas.

Deixe uma resposta